sábado, 30 de abril de 2011

[IMAGEM DO DIA] - CENA INUSITADA NO CASAMENTO REAL

Fiquei imaginando o que os personagens da cena estariam pensando... Desculpem pelo Paint, fiz em 5 minutos...


Agora sim, bom final de semana a todos!

[Editado] - Notei que, em alguns computadores, a resolução da imagem excluiu o espírito desencarnado que aparece ali no canto inferior direito. Dêem uma forçada que vocês conseguirão ver. Esta é uma típica imagem de fantasmas em fotos... hehehe

sexta-feira, 29 de abril de 2011

NEM TÃO NOBRES ASSIM

Aproveitando a onda do casamento real, trago hoje uma imagem do príncipe Harry, irmão mais novo de Willian, futuro chefe de estado da Inglaterra. Para quem viu o Rei Leão, ele seria Scar, o membro bad boy da família. A foto abaixo comprova tudo que digo. Super hein?

  
O inocente caçula de Diana foi a loja de fantasias e pensou: "Peter Pan, Seu Madruga ou oficial nazista? Hum... eu sou muito, mas muito malvado, HEIL HITLER!" Depois vem essa lêndea pedir desculpas e acha que tá tudo legal...

Em breve escreverei sobre o que acho verdadeiramente dessa linhagem real britânica. Os costumes e a tradição parecem sobrepor os valores de uma coroa caríssima que possui poder limitado. Mas, se os ingleses gostam, fazer o quê. Pensando bem, não seria melhor vermos também nosso dinheiro investido na dinastia Orléans e Bragança do que vê-lo nas mãos de políticos safados? Pelo menos teríamos alguma beleza para assistir  nas comemorações oficiais.

Flwwwwwwwwwwwwwwwwww

quinta-feira, 28 de abril de 2011

CUIDE BEM DO SEU RELACIONAMENTO

Continuando a saga deste blogueiro na república argentina, devo partir em torno de duzentos passos da cripta da família Duarte, onde Evita encontra-se sepultada, e verificar outra personalidade que merece destaque. Hoje vamos falar de Salvador Maria Del Carril, jurista e político que viveu por volta de 1800 no nosso salão de festas (Hermano´s land).

Não vou falar da vida dele com medo de deixar o assunto chato e obrigar você, leitor, a fechar o blog naquele botãozinho marcado com um X ali em cima e disparar até algum outro site que cumpra a função mais primordial da internet atual: entreter de modo que o tempo de trabalho passe rápido, deixando o chefe contente pela fixação dos olhos do empregado na tela do computador. Um crime perfeito e silencioso.

Sem ser prolixo, apenas vou afirmar que Salvador era um homem muito rico e a mulher, Tibúrcia Dominguez, era muito gastadeira. Certa vez nosso herói ficou tão cansado com os gastos infrutíferos que mandou uma carta para os credores dizendo que não se responsabilizaria pelos valores despendidos pela amada. O que Tibúrcia fez? Obviamente ficou muito feliz! Comprou uma lingerie sexy, assou o cordeiro mais carnudo da fazenda e deu a melhor noite da vida de Salvador.

Isso, pelo menos, seria uma ótima reação quando se cutuca a onça com vara curta. Mas não, menti, ignorem o parágrafo anterior. O resultado dessa dualidade amorosa vocês podem ver nas fotos abaixo.

                      

                        

Uma vida em conjunto, mas separados pela eternidade. Um de costas para outro demonstrando para a posterioridade o desgosto que sentiam entre si.

Resumo da ópera:

NAO TERMINE COMO ELES! CUIDE BEM DO SEU RELACIONAMENTO!

Obs: notem a perfeição dos detalhes das esculturas. Minha câmera digital captou as expressões faciais das estátuas como se vivas fossem! Era comum os argentinos ricos contratarem artistas europeus para a modelação em cimento de seus corpos após a morte.

FUIIIIIIIIIIIIIIIIII

quarta-feira, 27 de abril de 2011

[IMAGEM DO DIA] - O PRIMEIRO CLONE HUMANO

Aonde vamos chegar dessa forma?
 

Obs: pico de 150 acessos. Comecei com 4! Obrigado aos leitores!

terça-feira, 26 de abril de 2011

EVA DUARTE PERÓN E AS PÉROLAS

Em todo o lugar que a gente vai estamos sujeitos a ouvir ou visualizar as mais variadas pérolas que o inconsciente ou, lamentavelmente, o consciente potencial de uma pessoa podem fornecer. Na Argentina não foi diferente. Objetivamente, gosto de gente burra. Gosto do burro que sabe que é burro e não tenta ser inteligente. O problema é encontrar o burro que tenta demonstrar que sabe.
Andando pelo cemitério de La Recoleta, famosíssimo por guardar os restos mortais de figuras ilustres do hermanos, fui abordado por duas mulheres que notaram minha língua portuguesa. Elas, marinheiras de primeira viagem, me perguntam se eu saberia indicar onde ficaria o túmulo da eterna primeira dama argentina: Eva Duarte Perón. Eu dou as coordenadas, mas elas parecem não ter ficado satisfeitas me tirando para conversar sobre Evita. Eis que as desastrosas pérolas acontecem. Nas exatas palavras de uma das moças: “Eu adoro a Evita, mulher forte. Gosto ainda mais depois daquele filme com a Madonna, no qual ela vai para a bancada da Casa Rosada cantar o HINO DA ARGENTINA" E a outra anta vem e completa: "Acho que a Evita foi a melhor presidente Argentina da história". Meu estômago se revira para as risadas não saírem com a  força de um trem. Hino da argentina? Os compositores do musical devem ter ficado orgulhosos com essa homenagem. Presidente? Eleita por mitose, talvez, não por votos. Já os argentinos? Ainda bem que não ouviram essas bombas. Imagina só, o hino de numa nação ser, na verdade, uma homenagem a Eva Perón: “don´t cry for me, argentina”. Baita canção! Não chorem hermanos, a brasileirinha não fez por mal! A diferença é um tanto quanto gritante.


Ainda assim, a Argentina até hoje deve verter lágrimas pela Evita. Notadamente, na frente do túmulo,  mesmo nos dias atuais, pessoas de várias regiões do país vão levar flores para o ícone. Ela desencarnou, mas entrou para eternidade. Falecida em 1952, seu corpo foi embalsamado e exposto para visitação pública pelos argentinos nos anos 70, após translados pela Europa por questões políticas. Mas essa é outra história.
O fato é que todos os países deveriam ter alguém como ela junto ao poder, alguém que realmente se importa com o povo, acima dos ganhos pessoais.

VALEU EVITA!

domingo, 24 de abril de 2011

INVADINDO A ARGENTINA

O Blog do Gato Gordo está fazendo tanto sucesso que já angariamos recursos para o envio de um correspondente internacional a Buenos Aires na Páscoa. No caso, eu mesmo, o dono do Blog e único colaborador, pois não faria muito sentido ir outra pessoa, sob qualquer ponto de vista. Bem, conheci a terra dos hermanos pela primeira vez em nível de discernimento, pois da última vez que fui, em 1995, eu era apenas uma criancinha babona e não tenho qualquer lembrança. Dessa vez foi diferente e decidi fixar alguns objetivos a serem alcançados no território argentino. Vejamos:

1) Pichar o Obelisco em sua extensão vertical com os dizeres: “Maradona maconheiro” e fixar uma bandeira do Brasil no topo da estrutura. Eu ia fazer isso, mas aí pensei que os argentinos poderiam ficar brabos. E aí vocês já sabem, uma porrada de nativos viriam correndo atrás de mim querendo a minha cabeça. Vocês conseguem imaginar o tempo que eu ia levar para dar uma surra em todos eles? Meus três dias de descanso passariam rápido demais.

Mas falando sério, a praça nove de julho, onde se encontra o Obelisco, é um dos pontos mais venerados pelos castelhanos, pois é uma das ruas mais largas do mundo e lá os Hermanos se encontram em momentos felizes para a nação, tais quais conquistas no futebol, eleições, etc. E, é claro, a praça tem esse nome, pois nove de julho de 1816 é o dia da independência do país.


2) Assistir a um show de tango com dançarinas fogosas, requebrados exuberantes, corpos malhados esculpidos em perfeita sintonia com a natureza, vestidos curtos e, de preferência, usando um fio dental. Consegui tudo o que queria, massss, sempre há um mas. No show apareceu uma velhinha bem descolada, querendo desafiar a idade e mostrar os seus passos. O problema é que, diferente das outras moças, ao invés de usar uma roupa de baixo saudável, provocante, o que vi foi uma peça de roupa com muito tecido, tão grande que parecia um fraldão geriátrico (se não era isso mesmo). Nada sexy, nada sexy meeeeeeeeeesmo.

3) Tirar fotos e aumentar o repertório cultural. Isso eu fiz com propriedade. Algumas coisas legais e engraçadas serão postadas ao longo da semana.

FALOUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

quarta-feira, 20 de abril de 2011

FORMAS CURIOSAS DE SE FICAR RICO

Querendo ou não, todos querem ganhar muito bem e realizar seus sonhos. Essa de que riqueza não traz felicidade pode até ser verdade, mas que ajuda, ah isso ajuda! Pois bem, ao pé da letra do que escrevi até agora, existem pessoas que encontraram formas diferentes e curiosas de enriquecer. Você tentaria algo assim?

1) Grave um vídeo pedindo 1 milhão de dólares e poste no Youtube. Aí é só aguardar. Pelo menos foi o que faz Craig Rowin, um humorista norte americano que ao final de 2010 lançou na rede o fatídico vídeo onde solicitava de algum bilionário a boa vontade de fazer tal doação. Veja você mesmo:


                         

E o pior de tudo: o brother conseguiu. Pelo menos foi o que ele mesmo afirmou em outro vídeo postado alguns meses depois. Pois é, existem pessoas excêntricas a graus imprevisíveis neste mundo...

2) Crie uma música muito ruim, mas muito ruim mesmo e jogue na internet. Foi o que fez Rebecca Black, uma jovem americana de 13 anos que empresta sua voz ao hit "Friday". Para quem não sabe, Friday foi eleita por especialistas e internautas das redes sociais como "a pior música de todos os tempos". Recomendo que você ouça, preste atenção na complexa letra, e veja se os eleitores não têm razão. PORÉM, apesar da classificação pejorativa, Rebecca deve estar rindo e gozando dos críticos, afinal, com sua belíssima música, em apenas duas semanas virou milionária. Curiosamente, na sociedade atual, lixo vende, logo cuide bem do seu!


                         


3) Vencer o Big Brother Brasil. Com apenas um programa a Maria ficou milionária. CHU********** BRUNA SURFISTINHA!!!!!!!!!!!!

Ótima Páscoa a todos!

terça-feira, 19 de abril de 2011

segunda-feira, 18 de abril de 2011

VOCÊ PODE SABER MAIS

Algumas curiosidades ficam ocultas, por vezes, em um grau inversamente proporcional a qualidade da sua própria informação. Apesar de não mudarem a vida de ninguém, ficam esquecidas no tempo e se perdem pela falta de interesse. Well.... você poderá saber mais lendo essa postagem do Blog do Gato Gordo.

1) Por que fevereiro tem apenas 28 dias? Quando o imperador romano Júlio César lançou o calendário que deu origem ao atual, fevereiro tinha 29 dias nos anos normais e 30 nos bissextos. Na época, o imperador fora homenageado com um dos meses, que tinha 31 dias e ganhou o nome de Julius (Julho). Depois, o imperador César Augusto foi homenageado com outro mês, que tinha 30 dias e passou a se chamar Augustus (Agosto). Para que um mês não ficasse mais curto que o outro, um dia foi tirado de fevereiro e adicionado a agosto.

Resumo da ópera: "Semideuses" sem Providência, provavelmente com membros sexuais pequenos e em uma guerra de vaidades, despedaçaram fevereiro para ver quem era o mais f****.

2) Como surgiu o dia dos namorados? Em muitos países a data é comemorada em 14 de fevereiro, dia de São Valentim (México, por exemplo). É que uma lenda diz que o imperador romano Cláudio II proibiu os soldados de casarem, mas São Valentim continuou celebrando os casamentos escondidos. No Brasil, o Dia dos Namorados começou a ser comemorado a partir de 1949. O dia 12 de junho fora escolhido para incentivar o comércio, pois esse mês é considerado ruim para as vendas.

Resumo da ópera: a data, no Brasil, não tem significado algum. Foi uma data escolhida aleatoriamente para fazer as pessoas gastarem.

3) Por que a linha do Equador tem esse nome? Tem alguma coisa a ver com o país? Apesar de passar pelo Equador, o nome dessa linha imaginária não está relacionada ao país. Ele vem da palavra latina aequatore, que quer dizer, igualdade, pois a linha divide o nosso planeta em dois hemisférios de tamanhos iguais. O país Equador tem esse nome por causa dessa linha. Antes dela, ele era conhecido como El Reino de Quito.

Resumo da ópera: este blogueiro lamenta as aulas de uma determinada professora de geografia/história da sétima série, que dizia exatamente o contrário, sendo a linha nomeada graças ao país. Para onde vão nossas crianças se até mesmo no ensino privado não nos ensinam direito??? O que os professores estão passando para os alunos??? E porque diabos ontem eu fui ao Mc´Donalds e não pude comprar uma casquinha com uma nota de 1 real???

4) Quando foi feito o primeiro disco? O disco foi inventado em 1877 por Emile Berliner, um alemão naturalizado americano. Ele era feito de verniz, flocos de algodão e um pó escuro. Nos primeiros modelos só cabiam 4 minutos de música em apenas um dos lados. Berliner também criou o gramofone, que tocava esses discos.

Resumo da ópera: Quer ficar rico? Volte no tempo e apresente o pen drive ao rapaz.

Créditos: diferente de outras postagens, os textos de hoje foram integralmente copiados de revistas da Editora Abril, salvo é claro, os comentários.

Era Wilson! Até!

sábado, 16 de abril de 2011

AS MELHORES PIORES MÚSICAS DO MUNDO I

Hoje eu trago uma das melhores músicas da história mundial. Trata-se de uma composição da brilhante vencedora do Grammy  e do Oscar de melhor canção = Sheila Mello. A música é tão boa que ganhou um poderoso videoclipe daqueles que deixa qualquer um extasiado pela imponência da produção. Não tenho dúvidas que brilhantes profissionais como James Cameron ou Martin Scorcese foram contratados para a direção e milhares de dólares foram investidos nessa maravilha!


                   

Tirem suas conclusões. Esse é o tipo de música que "abala a catacumba" de qualquer boate. Eu diria mais, esse é o tipo de música a qual as pessoas se formam, põe no casamento, etc. Aí vem ÁGUA!

FUIIIIIIII

sexta-feira, 15 de abril de 2011

O TITÃ DOS MARES

Era um palácio flutuante, um navio dos sonhos. No dia 10 de abril de 1912 o RMS Titanic partiu de Southampton na Inglaterra com destino a Nova York. O final da história vocês conhecem. Hoje se completam 99 anos da tragédia. Não vou dissecar o acontecimento em si, pois acho que, assim como eu, todos viram o filme de 1997 onde James Cameron foi extremamente fiel aos fatos. Então, me resta analisar as curiosidades:

                               

1) Muitos erros de ordem interna colaboraram para o fim trágico das vítimas. O Titanic partiu da Inglaterra, por exemplo, sem os binóculos do mastro de vigia, fato que colaborou ao naufrágio considerando que, na escuridão do mar, os oficiais só puderam identificar o iceberg quando ele estava a uma curta distância do navio. 
2) Uma das propagandas da White Star Line sobre o transatlântico dizia que “nem Deus poderia afundá-lo”. Dito e não feito. A força da natureza mostrou sua imponência. Frente a um bloco de gelo de milhares de toneladas nem o maior titã dos mares seria um adversário a altura.
3) O capitão Smith se preparava para uma digna aposentadoria após anos de serviço a marinha britânica. A viagem inaugural do Titanic seria sua última em uma despedida com chave de ouro. Como um bom capitão, não abandonou sua tripulação e ficou no navio até o fim. 

                             

4) O projetista e engenheiro do Titanic, Thomas Andrews, foi outro dos heróis da tragédia. Até minutos antes do naufrágio passava de cabine em cabine instruindo as pessoas a colocarem seus coletes para que tivessem, no mínimo, a chance de serem resgatadas no oceano. Com dignidade, sentimento de culpa e incredulidade, Thomas afundou com sua maior criação. E bebendo vinho.
5) O Titanic carregava algumas das figuras mais importantes da época. Dentre elas, John Jacob Astor, o homem mais rico do mundo até então. Ao invés de tentar a sorte nos botes, o milionário decidiu deixar as poucas vagas para mulheres e crianças. Algo parecido fez David Gugenhein, um playboy americano dotado também de grande fortuna. David desistiu dos botes, calçou seu melhor smoking e sentou no salão principal do navio. Lá ele disse: “afundarei como um cavaleiro”. Isso é que é morrer com estilo...
6) A última sobrevivente viva conhecida, Milvina Dean, morreu em 2009, mas não lembrava de nada, pois era apenas um bebê na época.
7) O descobridor do Titanic, Robert Ballard, realizou a expedição de busca em 1986, tendo encontrado o titã naufragado em conjunto com o canal Discovery. No local, fez análises, recolheu alguns objetos, mas não depredou o navio. Robert é um homem religioso que acredita que a tragédia aconteceu por algum motivo maior e a paz daquele santuário de morte não deveria ser quebrada. Antes de abandonar as pesquisas e voltar ao continente, o pesquisador largou uma placa de bronze no local, indicando uma homenagem aos mortos que ali pereceram.  Em 2004, Robert Ballard voltou ao Titanic e se impressionou com o estado de depredação e ferro retorcido que encontrou. E adivinhem? Sua placa havia sumido...
8) O desastre do Titanic teve um lado positivo para a condução marítima inglesa e mundial. No intuito de evitar que novos acidentes acontecessem, as normas de navegação tornaram-se mais rigorosas. Desde então, por exemplo, os navios devem comportar botes para uma porcentagem maior do que o simples número de passageiros a bordo, fato que não se verificou no Titanic onde o número de botes fora reduzido de 45 para 16, por pura propaganda da White Star que indicava a impossibilidade de naufrágio. Outro aspecto importante foi a criação da brigada do gelo, unidades que reduziriam os icebergs maiores buscando evitar novos acidentes.
9) O navio Carpathia, receptor dos sobreviventes,  rondou a área do impacto no iceberg e tirou uma foto do algoz do Titanic na época.

            
                       "As marcas do impacto ainda visíveis"

10) Nunca se chegou a conclusão de quem havia sido o responsável pela queda do navio e nem punições foram atribuídas. Bruce Ismay, diretor da White Star embarcou para a viagem inaugural. Referências históricas indicam que ele queria fazer da primeira viagem um verdadeiro sucesso, fazendo com que o transatlântico chegasse com um dia de antecedência a Nova York, tendo ordenado ao capitão Smith o aumento do fogo nas caldeiras e consequente aumento da velocidade em uma região do Atlântico repleta de icebergs. Diferente de Thomas Andrews e o próprio capitão Smith, que decidiram morrer com o navio, Bruce, em um momento de impulso, resolveu salvar-se em um dos botes salva-vidas. A sociedade da época jamais o perdoaria.

                                

Era isso por hoje!

terça-feira, 12 de abril de 2011

GHOST HUNTERS - VOCÊ ACREDITA EM FANTASMAS?

Por causa da conveniência, vou deixar para o dia 14 de abril o tópico sobre o Titanic. Hoje vou falar sobre um assunto que transcende ao conhecimento e ao que realmente sabemos de onde estamos e para onde vamos.
Tratam-se de FANTASMASSSSSSSSSSSS !!!!!!!!!! O que você entende sobre eles? Existe vida após a vida? Foi tratando deste aspecto que um grupo de americanos se especializou nessa arte de tentar entender o inimaginável, aquilo que não é visto pelos olhos, mas sim sentido pela alma. O grupo se chama TAPS, cujos fundadores são Jay e Grant, que decidiram criar uma equipe que buscaria, nos locais mais assombrados do mundo, indícios da existência dessas entidades. O resultado foi um programa de televisão exibido pelo canal SYFY chamado “Ghost Hunters”, cujo nome é bem sugestivo.
O programa é bastante interessante. Os palcos das pesquisas variam de casas assombradas nos Estados Unidos até castelos na Irlanda e na Itália. Mais do que um simples programa sobre espíritos, os organizadores criaram uma atmosfera de verdadeiros filmes de terror, onde apagam as luzes dos respectivos locais buscando indícios através da mínima luminosidade de lanternas e câmeras. É muito comum eles conseguirem captar barulhos, batidas sem explicação, mas fica mais interessante quando de fato captam imagens ou vozes bastante sonoras dizendo “Olá”, ou “meu nome é...”, “vão embora”.
É um programa que recomendo. Abaixo vou postar um vídeo com alguns achados interessantes do grupo. Após, devo mencionar algumas lições que aprendi com o TAPS.

                       
1) Se na sua casa existem diversos locais onde se configuram aparições e outros onde não há registro de qualquer fenômeno inexplicável, provavelmente são nesses últimos onde a entidade reside. Não há explicação para isso, mas após vistoriar diversos lugares no mundo, os pesquisadores encontraram um padrão nesse sentido.
2) O pessoal do programa chama os espíritos “maus” de espectros. Se um espectro visitar sua casa e estiver fazendo sua vida um inferno, bloqueando portas, assombrando seu sono, tentando manipular o ambiente para machucá-lo ou escondendo o controle remoto, você deve tomar providências. Reúna-se em um círculo com sua família e deixe claro que o espectro deve ir embora. Se isso não funcionar, o melhor é buscar ajuda religiosa.
3) Muitas almas perdem a noção de tempo espaço e vão continuar fazendo o que faziam em seus últimos minutos para toda a eternidade. Por exemplo, suicidas continuarão se jogando da janela eternamente. Não se sabe se isso é algum tipo de regra ou punição, mas é provável que tais pessoas jamais encontrem a “luz”.

Novamente, tirem suas próprias conclusões. Acima estão apenas informações que o programa mostra e que eu apenas transpus, mesmo sem acreditar com a intensidade merecida. Talvez eu não acredite tanto por não entender. Agora... que é interessante pensar que existem, ah isso  é!
Até mais!

domingo, 10 de abril de 2011

BRITANNIC - O IRMÃO DO TITANIC

Na reta final do século IX, um grupo de homens visionários decidiu criar uma empresa de navegação visando, além da encomenda de mercadorias, o grande contingente de imigrantes que queriam tentar a sorte no novo mundo.  A empresa passou a se chamar White Star Line que, então no início do século XX, abriu um mercado que ainda era insuficiente no tocante a transportes marítimos.

Foi assim, resumidamente, que aconteceu a construção dos chamados “titãs dos mares”, navios que uniriam luxo e magnitude com a finalidade principal de transporte de pessoas. A sorte era lançada para o Olimpic, Brittannic e Titanic.
Ao longo desta semana, dissecarei a história do mais famoso deles, que só não foi maior que sua própria tragédia, o Titanic. Mas, enquanto esses dias não chegam, dou uma palhinha sobre os outros dois “manos”. Devo destacar que sobre o Olimpic não há muito a ser falado. Foi um navio que cumpriu a sua função de transporte tendo sido desconstituído com falência da White Star em 1934.
O grande destaque será dado ao Britannic, oficialmente chamado de Gigantic e maior navio civil da Inglaterra na época. O Britannic foi um transatlântico de grande porte que foi muito utilizado na primeira guerra mundial como navio-hospital, tendo sofrido um destino parecido com o do irmão mais velho: um inapelável mergulho no mar em 1916.
Nem tudo foi igual obviamente. Enquanto o Titanic bateu no meio do atlântico, em um iceberg proveniente da Groelândia, o Britannic naufragou nos mares da Grécia e a uma profundidade muito mais digna a condição do homem (106 metros). O Titanic, de outra via, está naufragado a uma profundidade de 4 mil metros, local onde só se pode chegar por intermédio de robôs submarinos, em virtude da mortífera pressão do mar.
Curioso a White Star ter sofrido desse destino. A propaganda da época foi maior que a sorte de seus navios. Após lançados, a partir de 1910, seus dois maiores transatlânticos naufragaram em 1912 e 1916, tendo sobrado apenas o Olimpic para contar história.
Ah sim, talvez não tenha ficado claro o motivo da queda do Britanic. Pois bem, façam suas próprias avaliações pelas fotos do gigante adormecido.
                                       "Pomposo e belo"

E o gigante do jeito que está hoje. Não parece uma maquete?
Uma mina marítima postada por um submarino alemão detonou sua proa, tendo afundado um pouco mais de 50 minutos depois do impacto. Em tempos de guerra, era de se esperar que naufrágios desse tipo acontecessem, ainda mais com navios não militarizados. A história do Brittannic sempre foi assolada pela do irmão, mas também por seu desfecho não ter sido tão trágico. O navio, no momento da explosão, suportava 1066 pessoas, das quais 30 morreram, mas não pela água, e sim pelo fogo da mina. Inclusive, o capitão Charles A. Bartlettt sobreviveu, tendo sido resgatado na água, salvando-se de um agonizante fim.
Era isso, amanhã um pouquinho sobre o palco de amor entre Rose e Jack! Até mais.

sábado, 9 de abril de 2011

O VÍDEO OCULTISTA DE WALT DISNEY

Em todo o bem há um mal e em todo mal, certamente há um bem. A premissa se aplica perfeitamente, pelo menos no tocante a um filme específico criado pelo predecessor das animações que tanto nos divertem: Walter Elias Disney. O rei dos desenhos animados parece ter passado por momentos conturbados em uma determinada fase de sua carreira, onde a depressão tomou conta do seu ser.

A motivação do vídeo não é clara. Muitas análises foram feitas e não se tem certeza até hoje o porquê de Walt tê-lo feito, ainda mais pelo fato de integrar um personagem tão alegre como o Mickey Mouse, porém em momentos de tristeza.

Não vou me estender muito na minha análise, vou deixar ao livre-arbítrio a decisão de assistir ou não. Eu posso afirmar que não acredito e não tenho medo de práticas ocultistas, mas recomendo as pessoas mais sensíveis que não o assistam!

Mas... se a curiosidade devorar a mente, posso dizer que nenhum dano maior será tomado até aproximadamente 2 minutos de vídeo. O que verão é um rato cabisbaixo.


                          


Avaliem como quiserem! O aviso foi dado!

Obs: o vídeo ficou por décadas em posse da Walt Disney Company sem jamais ter sido mostrado ao mundo. Segundo informações que coletei, acabou vazando em 2008 por causa de um ex-funcionário.

FUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

quinta-feira, 7 de abril de 2011

O TWITTER FALA... E XINGA!

Todos já estão cientes da tragédia que aconteceu no Rio de Janeiro. Talvez tragédia não seja bem a palavra correta para o caso. A palavra deveria ser assassinato, premeditado e, infelizmente, consumado. Se existe céu, purgatório e inferno, espero que Deus faça essa criatura arder no fogo do sofrimento para sempre.

Mas indo ao ponto em que quero chegar, me chamou a atenção o comportamento de Sônia Abrão no Twitter se referindo ao caso. Acontece que uma seguidora bem espertinha provocou a experiente jornalista, desprestigiando sua credibilidade e os rumos do programa. Vejam com seus próprios olhos:


           

Precisava disso, Sônia? Não sei, todos somos seres humanos sujeitos a ataque de fúria. Mas cá entre nós, a twitteira não feriu em nenhum momento a honra das vítimas, mas sim, fez uma crítica acintosa ao programa da jornalista. Não sou um grande fã da Sônia Abrão, não posso opinar sobre seu trabalho, apesar de reconhecer sua história. Agora... a única coisa que posso afirmar é que diversas vezes pegava minha empregada assistindo esse programa e, nesses relances, via matérias das mais variadas de uma semana para outra. Na semana X eram os segredos de beleza das funkeiras no qual uma câmera acompanhava as beldades nos salões e dava closes generosos nas busanfas malhadas. Na semana Y era o aparecimento de um filho perdido de algum ator ou diretor famoso da Globo, onde reportagens se estendiam ao longo de vários dias até o protagonista da polêmica ser revelado. E na semana Z, era o terrível fato do assassinato no colégio.

Ora, o que quero dizer com isso? Soninha... a twitteira que te criticou tocou no fundo da ferida! Falou verdades doídas.

Acho que falta um pouquinho de seriedade a determinados programas que se dizem jornalísticos. Essa falta de uniformidade é irritante. Em um dia, funkeiras, no outro, assassinatos...

E por aí vai... até a próxima!